RSS

sábado, 18 de junho de 2011

Memória

Na cama que sorve a sépala
Salpicam estrelas sapecas
Brincando e se derretendo
No caule garganta adentro

Sua flor é saudade sépia
Ceifando o querer de Héstia
Abelhas seu pólen brindam
Pra mim, néctares se foram.
Blog Widget by LinkWithin

0 manifestações:

Postar um comentário

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...